Análise da variável sustentabilidade nas estratégias empresariais por meio do estudo e comparação de carteiras de ações da BM&FBOVESPA.

Bruno de Carlos Bernardini, Raphael de Paula Sena, Thiago Araújo de Oliveira

Resumo


Mais do que nunca, o debate ambiental que vemos nos dias de hoje é fundamental para qualquer ponto ou questão empresarial que mire o sucesso. Desde 2005, a bolsa de valores de São Paulo enxergou a preocupação ambiental e criou o ISE, Índice de Sustentabilidade Empresarial, que por meio de uma série de fatores definidos, seleciona somente as empresas que possuem comprometimento com o meio ambiente, recursos naturais e sociedade, para participarem da carteira. Utilizando este índice, esse trabalho visa a analisar e refletir sobre os impactos resultantes da variável sustentabilidade no crescimento dos valores nominais das ações de empresas pertencentes à carteira do ISE em relação às ações que não fazem parte da carteira. Esperamos que com a presente pesquisa o fator sustentabilidade se mostre lucrativo, em números no mercado financeiro, deixando de ser apenas uma boa prática, para se tornar um ponto
importante na estratégia empresarial das companhias que queiram se manter competitivas nos dias atuais.

Texto completo:

PDF


Av. Liberdade, 532 - Liberdade - CEP 01502-001 - São Paulo
©1998-2011 FECAP - Todos os direitos reservados.
ISSN - 2179-5975