ARBITRAGEM: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO SOBRE A CARREIRA DO PROFISSIONAL CONTÁBIL

Valéria Cabral de Mello, José Olimpio Cardoso Neto

Resumo


A arbitragem vem se destacando no âmbito jurídico como uma das ferramentas de resolução de controvérsias, relativos a direitos patrimoniais disponíveis, desafogando o judiciário e contribuindo na qualidade de solução de divergências entre pessoas físicas e jurídicas. Todos os fatos contábeis ocorridos dentro de uma empresa são registrados na contabilidade, permitindo, desta forma, colaborar no esclarecimento da verdade, quando há discussão desses fatos no âmbito da Justiça Arbitral. Isto propicia ao profissional da contabilidade mais uma opção para atuação, diante de um vasto campo que a atividade permite. Nesse contexto, a justificativa do tema se deu devido a pouca exploração, pelo profissional contábil, na Justiça Arbitral. Considerando a importância da divulgação do percurso percorrido pelos profissionais já atuantes, podendo este estudo ser utilizado como fonte de pesquisa pelos futuros peritos contadores interessados neste mercado. Com este propósito, o objetivo central deste estudo é identificar como o profissional da contabilidade entra e se mantém na Justiça Arbitral. Para a coleta dos dados e abordagem do problema foi realizado entrevista e questionário a profissionais contadores do estado de São Paulo. Como resultado da pesquisa, foi identificado que o vasto conhecimento técnico e específico são as principais exigências para atuação na arbitragem, e que as dificuldades estão diretamente ligadas a inexperiência e, consequentemente, a principal dificuldade, que é a indicação, para ocupação dos cargos de assistente técnico, perito ou árbitro.

Texto completo:

PDF


Av. Liberdade, 532 - Liberdade - CEP 01502-001 - São Paulo
©1998-2011 FECAP - Todos os direitos reservados.
ISSN - 2179-5975