O Discurso Sobre A Sustentabilidade: Narrativas Em Uma Organização Da Cidade De Londrina-PR

Rodrigo Maia Marinello, Jacques Haruo Fukushigue Jan-Chiba, Rafael Borim-de- Souza

Resumo


organizações enfrentam novas demandas que surgem a partir das movimentações sociais que fomentam novas questões, como a sustentabilidade. Ao entender isso, as organizações constroem discursos para vender uma imagem que condiz com as novas demandas sociais. Considera-se o discurso enquanto um conceito proveniente da sociologia bourdieusiana, como uma ferramenta de dominação por meio da qual os agentes buscam alcançar seus interesses. Pretendeu-se aqui analisar como uma organização se utiliza do discurso para se posicionar e dominar o meio pelo qual o entendimento de sustentabilidade que atende aos seus interesses é disseminado e imposto aos agentes sob sua influência. Utilizando-se da análise crítica do discurso, realizou-se uma pesquisa documental sobre o relatório de sustentabilidade mais recente emitido pela empresa e entrevistas com roteiro semi-estruturado com funcionários da própria empresa. Identificou-se um processo de dominação formal e simbólico o qual os indivíduos reproduzem fielmente os valores e conhecimentos disseminados pela cúpula nacional da organização que, por sua vez, reproduzem os discursos presentes no mainstream dos estudos que abordam o conceito de sustentabilidade.

Texto completo:

PDF


Indexadores:
 
 
 
 
 
 
 
 

Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 
Av. Liberdade, 532 - Liberdade - CEP 01502-001 - São Paulo
©1998-2011 FECAP - Todos os direitos reservados.
ISSN - 2179-5975