Planejamento de uma pesquisa

Leonardo Fabris Lugoboni

Resumo


A fase de planejamento da pesquisa é uma das etapas mais importantes e constantemente ignoradas pelos pesquisadores. A falta de preocupação com esta etapa pode fazer a diferença entre uma pesquisa excelente e uma pesquisa com pouca contribuição.

A ansiedade e a falta de prazo  são exemplos de condições que faz com que os pesquisadores iniciem a as atividades antes de planejar todas as etapas da pesquisa. Com certeza, isso irá comprometer o resultado da mesma.

Iniciar a redação ou mesmo a coletada de dados antes de ter todo o planejamento feito faz com que muitos imprevistos surjam e que adaptações sejam necessárias. Quando não se conhece o modelo teórico que se pretende estudar como é possível escrever o referencial teórico? Se eu ainda não fiz a fundamentação teórica e tenho clareza do modelo teórico, como posso iniciar a coleta de dados?

Algumas atividades prévias ajudarão o pesquisador a realizar uma pesquisa melhor. Por exemplo, uma leitura inicial dos artigos mais recentes sobre o tema permitirá compreender como as pesquisas mais recentes estão tratando o assunto que pretende abordar assim como os principais resultados encontrados. Nesta leitura prévia também é possível identificar os periódicos mais relevantes e também quais procedimentos metodológicos normalmente são usados para o tema de interesse.

Racionalizar uma problematização ou uma lacuna de pesquisa também é fundamental pois ajuda a planejar, entre outras coisas, os capítulos do referencial teórico. O referencial teórico além de ser objetivo e preciso de ser redigido com total alinhamento com a problematização ou com a lacuna teórica. Esta problematização ou lacuna teórica permite também identificar ou direcionar as variáveis da pesquisa que também serão detalhadas no referencial teórico.

Outra atividade que pode ajudar muito os pesquisadores é ter em mente desde o início o delineamento metodológico para coleta e análise de dados. Assim o pesquisador manterá no seu foco o que precisará desenvolver no referencial teórico para dar suporte para a coleta e análise de dados.

Apesar de não ser exatamente uma regra, investir tempo no planejamento da pesquisa pode fazer a diferença entre uma pesquisa comum e uma pesquisa de alto impacto.

 

Leitura sugerida

Barley, S. R. (2006). When I Write My Masterpiece: Thoughts On What Makes A Paper Interesting. Academy of Management Journal, 49(1), 16–20.

 

Vermeulen, F. (2005). On rigor and relevance: Fostering dialectic progress in management research. Academy of Management Journal, 48(6), 978-982.


Texto completo:

PDF


Indexadores:
 
 
 
 
 
 
 
 

Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 
Av. Liberdade, 532 - Liberdade - CEP 01502-001 - São Paulo
©1998-2011 FECAP - Todos os direitos reservados.
ISSN - 2179-5975