SPED: Evolução da fiscalização e perspectiva do contabilista

Milena Gonçalves Real, Ivan Velozo Maloi, Marco Antonio Moreira Campos Junior, José Orcélio Do Nascimento, Marcus Vinicius Moreira Zittei

Resumo


A Administração Tributária da Receita Federal do Brasil (RFB) implantou o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), buscando combater a evasão fiscal e uma melhor e mais ágil compreensão das operações das empresas. Com isto, os profissionais das áreas envolvidas neste processo evoluíram dentro de suas empresas nas questões de práticas de controles internos, de uma melhor relação interdepartamental, além de acompanhar as mudanças na legislação brasileira e nas obrigações acessórias. O objetivo geral desta pesquisa foi a relação RFB e contabilista depois da implementação do SPED, pois o volume de obrigações acessórias a serem entregues é enorme e muitas delas possuem informações exatamente iguais que serão cruzadas pelo Fisco, o que faz com que o contabilista tenha que fazer investimentos em sistemas e capacitação para conseguir entregar as declarações em conformidade com as leis. Foi realizada uma pesquisa de natureza qualitativa e objetivo descritivo com profissionais contábeis com aplicação de um questionário. Os profissionais impactados pela adoção do sistema SPED tiveram que mudar sua rotina, pois possuem dificuldades em manter-se atualizados e demonstram receio e dificuldade no envio das informações ao fisco em conformidade com as leis vigentes, mesmo com todo o investimento feito em capacitação técnica e tecnológica.

Texto completo:

PDF


Indexadores: